A maior Maratona do Mundo foi cancelada

Uma das corridas de rua mais tradicionais do mundo, a Maratona de Nova York, está oficialmente cancelada este ano. A prova iria acontecer dia 10 de novembro, mas os organizadores temendo a pandemia do novo coronavírus, que causa a Covid-19, decidiram cancelar o evento. Esta seria a edição de número 50 da prova.

O anúncio feito, nessa quarta-feira (24), foi aprovado pelo prefeito da cidade, Bill de Blasio: “Aplaudo a decisão de priorizar a saúde e a segurança dos espectadores e dos corredores “. Nova York registrou 24 mil mortos pela doença e as autoridades ainda temem uma segunda onda de contágio.

Tudo nesta maratona é grandioso, mas o que nem todos nós faz a mínima ideia é o impacto financeiro que a decisão trouxe para a cidade e os seus habitantes…

Encarada pelas próprias autoridades de Nova Iorque como um dos principais eventos realizados cidade, a New York Marathon reúne, todos os anos, milhares de corredores, os quais, além da agitação, deixam também na cidade enormes quantidades de dinheiro durante o curto período que aí passam. @nycmarathom

De resto, e a confirmar esta ideia, um estudo de impacto financeiro realizado, concluiu que os milhares de atletas que cumprem os 42,195 quilómetros nova-iorquinos garantem aos cofres da cidade mais de 600 milhões de dólares!

A contribuir grandemente para esta cifra está o fato de que além dos 53.000 corredores, devemos computar, também, os acompanhantes que aproveitam para fazer turismo na cidade, ou seja, a quantidade de gente na cidade pode superar os 180 mil turistas, de cerca 130 países.

Anúncios

Correr esta que é considerada a mais tradicional maratona do mundo, que faz parte do Clube das Six Majors, é um sonho dos 10 entre 10 corredores de todo o mundo. É impossível não se emocionar com a largada da prova, em Staten Island, ao som de “New York, New York”, canção imortalizada na voz de Frank Sinatra.

 

Percurso

 

O percurso inicial da maratona em seus primeiros anos consistia em voltas em torno do Central Park. Hoje o percurso passa por todos os cinco bairros de Nova York. Ele começa em Staten Island, pouco antes da Ponte Verrazano-Narrows, que leva os corredores até o Brooklyn. A ponte, normalmente com tráfego pesado, é fechada para veículos.

Os corredores usam ambas pistas do nível superior e a pista oeste do nível inferior. Nos primeiros minutos da prova, a ponte fica coberta por uma multidão de atletas criando um espetáculo visual bastante associado ao evento.

 

Após descerem a ponte, os corredores entram no Brooklyn por onde correm cerca de 18 km, passando por Bay Ridge, Sunset Park, Park Slope, Bedford-Stuyvesant, Williamsburg e Greenpoint. Com então 21 km percorridos desde a largada, cruzam a Pulaski Bridge, que marca a metade da maratona e a entrada de Long Island City, no Queens.

Depois de correr cerda de 4 km neste bairro, os atletas cruzam o East River na Queensboro Bridge e entram em Manhattan. Neste ponto muito dos atletas começam a cansar, já que a subida desta ponte é considerada uma das partes mais difíceis do percurso.

 

Entrando em Manhattan, na marca dos 28 km, o percurso cruza a Primeira Avenida para o norte e entra no Bronx por uma milha, retornando a Manhattan pela Madison Avenue Bridge. Daí se dirige ao sul cruzando o Harlem, entra na Quinta Avenida e no Central Park.

 

Na parte sul do parque, saem novamente dele e atravessam a Central Park South, uma rua larga ao lado sul do parque, onde milhares de espectadores se aglomeram para torcer e incentivar os atletas durante os últimos 1600 metros. Em Columbus Circle o percurso entra novamente no parque e termina depois de uma reta, em frente à Tavern on the Green.

 

O tempo limite cronometrado oficialmente é de 8½ h contando da largada às 10:10 da manhã.

Uma festa de milhões de pessoas 

A cidade inteira se mobiliza, as ruas ficam tomadas por mais de 10 mil voluntários, milhares e milhares de pessoas aplaudindo, cantando, torcendo, algumas vezes gritando pelo nome dos corredores, faça chuva ou faça sol e, no dia seguinte à prova, já é tradição ver os corredores ostentarem suas medalhas no peito enquanto caminham pela cidade, recebendo os parabéns de locais e turistas.

Todos os participantes que se inscreveram para a Maratona do TCS em Nova York 2020 serão contatados diretamente até 15 de julho em relação às opções de resolução de cancelamento. Você poderá escolher uma das cinco opções de resolução a seguir:

  • Um reembolso total da sua taxa de inscrição
  • Entrada gratuita garantida na Maratona de 2021
  • Entrada gratuita garantida para a maratona de 2022
  • Entrada gratuita garantida na Maratona de 2023
  • Doe o valor da sua taxa de inscrição para apoiar os programas gratuitos para jovens e comunidades da NYRR.

Corredores inscritos e outros de todo o mundo são convidados a participar da terceira Maratona TCS de Nova York – Virtual 26.2M, que acontece de 17 de outubro a 1º de novembro. Mais detalhes sobre a maratona virtual serão compartilhados em julho.

 

By Redação