Meu nome é Ivonete da Silva Lima Corredora

Teresina, a capital do Piauí, pode se orgulhar de ter uma personalidade como a Ivonete da Silva Lima Reis, mulher, corredora, guerreira, valente como toda mulher nordestina. Sorriso largo e uma energia inesgotável. 

“Quando agente corre feliz só chega assim….. sorrindo para todos e no sorriso todos percebem que está tudo bem!!!….e eu só amo, diz Ivonete.

Elisiane Nando

Ivonete Lima Reis, serei eternamente grata  sempre  a sogra e mãe  maravilhoso que és  ,e sem falar na vozinha que vc é  para meus filhos…

Você é e sempre será muito especial para mim. Uma segunda mãe, uma amiga, alguém a quem sei poder recorrer quando precisar, e em quem confio..Te amamos muito.

Maria Souza

Anúncios

Oh como bom de vê pessoas como você cheia de energia, um exemplo de vida, de como esta bem com a vida, alma e espirito. Que você continue transmitido esta energia e alegria para todos.

Analis Silva

Madrinha cada dia a senhora se supera, tenho orgulho de uma madrinha dessa, não é pra todos ter super dinda….te amo.

Ivonete x Adelana

Eu e ela uma amizade verdadeira pra sempre!!… pela minha voz no telefone ela sabe que não estou bem e nem pergunta, vem logo me ver e nem quer saber, apenas me dá seu ombro para chorar e mão para me levantar!!!..uma amiga assim é um tesouro, por isso amo essa pessoa do fundo do meu coração…te amo Adelana Fernandes.

Essa sou eu…

Olá, meu nome é Ivonete da Silva Lima Reis, tenho 57 anos e vou contar um pouco da minha vida:

Nasci em 02 de abril de 1962, Teresina-PI. Vim de uma família bem humilde, minha mãe teve 14 filhos da qual hoje se encontram 6 vivos. Minha infância não foi fácil, muita necessidade, mas tudo passa nessa vida. Consegui estudar só até a oitava série e fui para São Paulo à procura de emprego com 16 anos, pois as condições ficaram bastante precárias na minha casa.

Meu e minha mãe, meu tudo.

Arranjei um emprego de balconista nas lojas Marisa, meu pai ficou muito doente e assim o tempo passou.

Conheci um uma pessoa, que era piauiense como eu kkkk, foi uma coincidência, e com ela me casei. Ele não aceitava que eu trabalhasse, fiquei em casa só cuidando das crianças, tive dois filhos, Fernando e Ricardo. Estávamos vivendo muito bem, mais de repente ele quis sair de São Paulo para morar aqui em Teresina e assim viemos morar em Teresina perto dos meus pais, e não muito tempo depois meu pai faleceu.

Tudo ia bem, período de pura felicidade, mas o destino quis pregar uma peça comigo e de repente meu esposo faleceu. Fiquei desesperada, foi uma morte estúpida: porque ele foi só no banheiro e caiu e ali morreu.

Meus filhos já estavam homens, o mais velho Fernando já era casado e o Ricardo estava entrando na Polícia na época, eu tinha 46 anos quando meu esposo faleceu.

Meus filhos, noras, netos e afilhada.

Foi um desencanto para mim, nunca quis saber de mais ninguém, estava entrando numa depressão, foi quando comecei a dar minhas caminhadas e comecei a gostar muito e comecei a fazer uns trotes fiquei muito animada, emagreci uns quilos e veio uma alta estima muito grande!!!

De repente comecei a correr sozinha e muitas pessoas até me criticavam, diziam que eu estava emocionada com essa coisa de ficar correndo e eu nem ligava aí era que eu corria mais ainda, no meu limite claro.

Um certo dia uma pessoa me vendo correr me convidou para participar de uma corrida muito famosa aqui em Teresina, “Corrida Miguel Pereira”,e foi quando tudo começou. Foi ai que conquistei meu primeiro pódio, meu primeiro troféu, nunca vou esquecer pois estava no auge das corridas.

Meu pai e minha mãe.

A vida seguia sem sobressaltos, mais uma vez o destino quis pregar uma peça comigo novamente: quando fui fazer um check up descobri um câncer de tireóide aí me desesperei, pois não sentia nada, mas fui muito forte e disse pra mim mesma: “eu vou ficar curada e continuar correndo”! Fiz a cirurgia da tireóide, comecei o  tratamento, hidroterapia e Deus me deu mais uma chance.

Não tenho mais tireóide, faço a reposição hormonal, e agora é que eu corro mesmo e incentivei meus filhos, minhas noras e meus netos, e minhas afilhadas e todos correm. Já os que não correm, fazem outras atividades físicas mas ninguém fica parado kkkkkk.

Vou confessar uma coisa: tenho uma energia tão grande que já corro há 9 anos e nunca fiquei lesionada, as minhas amigas costumam me chamar de índia, mas é que eu tenho sangue de índio kkkkk.

Nunca me casei de novo e nem quero, cuido da minha mãe que teve 3 AVC, ela mora comigo há 8 anos, cuido com todo amor do mundo, treino de madrugada enquanto ela dorme, e assim estou vivendo minha vida muito feliz e sempre incentivando alguém para correr. Eu amo correr, se eu pudesse participava de todas as corridas kkkkk, treino todos os dias e sou muito feliz comigo mesma!

Observação: O meu médico que fez a minha cirurgia também é corredor, sempre nos encontramos nas corridas da vida kkkkkk….

Minha meta pra 2020 é fazer 42 km e eu vou conseguir, tenho 3 netos: Guilherme, Arthur e Gustavo. Estou correndo por uma qualidade de vida melhor.

Equipe Norte Run

Participo de um grupo de Corrida chamado” Norte Run”, grupo da zona norte de Teresina. É um grupo que tenho um amor muito grande, tenho bastante apoio da minha equipe, e costumo dizer que a “Norte Run” é a Equipe da ALEGRIA. Tamujunto!!!

 

 

 

O que as amigas falam da Ivonete: 

 

Antonia Pereira 

Falar Ivonete Reis é muito importante para mim conheço ela desde os meus 17 anos tenho na pessoa da Ivonete uma grande amiga e foi através dela que eu comecei a minha vida na corrida de rua. Ela também é uma pessoa amiga, companheira está sempre pronta a ajudar quem precisa dela, sempre se colocando no lugar do outro com carinho e companheirismo.

Antonia Pereira: amiga para sempre.

Ivonete fez da vida o mesmo que com a Fênix. A Fênix renasceu das cinzas. Ivonete não renasceu das cinzas mas usou a dificuldade que ela passou da perda do marida e problema de saúde, tudo ao mesmo tempo. As dificuldades levou ela ao fundo do poço mas ela encontro força para superar tudo através do esporte onde a mesma esqueceu a dor da perda do marido e a dor da doença nas pistas de corrida

ela como uma grande guerreira fez da corrida de rua o seu grande objetivo de vida, onde ela encontrou força para superar qualquer dificuldade que encontra em seu caminho.

Eu sou fã incondicional dela.

 

 

Adelana Fernandes 

 

Algumas vezes na vida, você encontra uma amiga especial. Alguém que muda sua vida simplesmente por estar nela, assim é a nossa amizade. Alguém que te faz rir até você não poder mais parar. Alguém que faz você acreditar que realmente tem algo bom no mundo. Alguém que te convence que lá tem uma porta destrancada só esperando você abri-la. Isso é uma amizade pra sempre.

Adelana Fernandes e eu

Quando você está pra baixo e o mundo parece escuro e vazio, sua amiga pra sempre te põe pra cima e faz com que o mundo escuro e vazio fique bem claro. Sua amiga pra sempre te ajuda nas horas difíceis, tristes e confusas. Se você se virar e começar a caminhar, sua amiga pra sempre te segue. Se você perder seu caminho, ela te guia e te põe no caminho certo. Sua amiga pra sempre segura sua mão e diz que vai ficar tudo bem. Sua amiga é pra sempre, e pra sempre não tem fim!

Então a nossa amizade é assim!

Uma cuida da outra!Uma se preocupa com a outra! E detalhe: tem q se ver todo dia pela manhã no café kkkkkk

Se a gente briga?? Brigamos sim kkkkk! mais daqui a pouco estamos bem! Coisas de quem tem uma amizade leal e verdadeira como a gente tem! E Como ela sempre diz: É NÓS E PRONTO!

AMIGAS PARA SEMPRE!

Que Deus a conserve assim, cheia de energia, saúde e disposição! E Que essa bateria q nunca descarrega permaneça assim por muitos e muitos anos.

Te amo Índia arretada!