Ercilia Machado, a bela atleta portuguesa

Ercília Machado nasceu em 24 de dezembro de 1986, em Santo Tirso. Santo Tirso está centrado entre Braga, Guimarães, Póvoa de Varzim, Vila do Conde e Porto, que distam todas cerca de 20 km.

A história de corrida de Ercília Machado começou com uma vitória num corta-mato escolar, no 5.º ano de escolaridade e despertou-lhe o “bichinho da corrida”, aos 13 anos de idade. Foi o resultado desta corrida que a levou a correr pelo Centro de Atletismo de Santo Tirso, onde começou a ser treinada por Bernardino Pereira, que era o marido da atleta Albertina Dias, maratonista e atleta olímpica, que a direcionou para as provas de meio fundo e crosse.

(O Campeonato Mundial de Corta-Mato ou Campeonato Mundial de Cross Country constitui na mais importante competição internacional de corridas de corta-mato. Organizados pela Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF), foram inaugurados em 1973, ano em que substituíram os “Campeonatos Internacionais de Corta-Mato”).

Já em 2003, transferiu-se para o Sporting de Braga. Dois anos depois, participou nos 1.500 metros no Campeonato Europeu de Juniores e no Campeonato Europeu de Corta-Mato.

Ainda no Corta Mato, mas no faixa etária de sub-23, foi tri-campeã nacional de Crosse Curto, entre 2006 e 2008, tendo neste último ano acumulado os títulos desse faixa etária, dos Campeonatos Nacionais de Corta Mato e de Estrada.

Força e determinação.

Em 2006, estreou no Campeonato da Europa de Corta Mato, no faixa etária de sub-23, uma competição que veio a participar por três vezes. Em 2007, foi campeã de Portugal no faixa etária de sub-23, nos 800 e 1500 m, tendo participado nos Europeus da categoria. No ano seguinte, foi campeã de Portugal em pista coberta, no faixa etária de sub-23, nos 1500 e nos 3000 m. Em 2011, foi Campeã de Portugal nos 3000 m em pista coberta e estreou no Campeonato do Mundo de Corta Mato. No final do ano de 2012, transferiu-se para o Sporting CP e em dezembro desse mesmo ano, fez parte da seleção portuguesa que foi segunda colocada no Campeonato da Europa de Corta Mato. Em março de 2014, fez parte da equipa do Sporting que foi campeã nacional de Corta-Mato. No final deste ano, participou novamente nos Europeus de Corta Mato, em Somokov, na Bulgária. E em 2017, fez parte da equipe do Sporting que ganhou o Campeonato Nacional de Corta Mato e o Campeonato Nacional de Crosse Curto. Participante habitual nas provas de estrada, tendo vencido muitas delas.

Anúncios

 

Dona de grande simplicidade, Ercília Machado é um bom exemplo de como é possível associar a beleza ao esporte.

Esse é meu universo

Não tenho muita noção do meu sucesso. Publico essas imagens, como aquela em que estou de costas na praia, para demonstrar que uma mulher atleta não tem que ser necessariamente musculosa e corresponder àquele estereotipo masculino”. A atleta revela ainda que corre todos os dias e tenta ter uma alimentação equilibrada. “O que mostro nas redes sociais é o que realmente sou. Não uso qualquer tipo de Photoshop. É bom sabermos que as pessoas gostam de nós pelo que somos”, diz.

A fundista que representa o lado mais belo do atletismo português, na hora de correr, o talento e dedicação da atleta falam por si. Longe das competições, a sensualidade conquista tudo e todos. E nem na praia passa despercebida.

A atleta não ignora a forma física mesmo no verão e, numa ida à praia, fez questão em fazer exercício físico e compartilhar esses momentos nas redes sociais, recolhendo vários elogios dos seguidores. A boa forma de Ercília levou-a em 2017 a posar nua para um calendário solidário.

No currículo, esta jovem atleta já somou 17 internacionalizações , 26 títulos nacionais, 13 de vice-campeã nacional e 7 medalhas de bronze.

Vem comigo, conhecer esta que é uma das grandes atletas portuguesa da atualidade

Sangue de Corredor: O que é a corrida para você?

Ercília Machado: A corrida para mim até hoje, sempre foi um escape de tudo o que me rodeia. É uma paixão que tenho e que me ajuda a desenvolver a minha pessoa enquanto ser humano.

Calendário solidário “UM Pulsar de Campeões 2018”.

Sangue de Corredor: quando criança, qual era o seu esporte preferido?

Ercília Machado: Em criança, antes de entrar neste mundo da corrida, não tinha nenhum desporto como preferido, após entrar neste mundo passei a ter o meu desporto favorito.

Sangue de Corredor: Você nasceu aonde? Como foi a sua infância? Quais lembranças você traz daquela época?

Ercília Machado: Eu nasci em Santo Tirso, distrito do Porto em Portugal. A minha infância foi normal como qualquer criança. Andei numa escola de música até ter feito o meu primeiro corta-mato escolar, em que ganhei e daí ter entrado no mundo da corrida.

Sangue de Corredor: Na sua vida, tem algo que você, se pudesse, mudaria, considerando a sua experiencia, hoje?

Ercília Machado: Não mudaria nada porque através dos meus erros, das minhas falhas, fizeram de mim a pessoa que sou hoje. São experiencias que temos que ter na nossa vida para saber dar mais valor às coisas que nos rodeiam.

Sangue de Corredor: Dizem que a corrida muda as pessoas, o que ela mudou em você?

Ercília Machado: A mim a corrida mostrou-me como lidar com os momentos menos bons, sofrer e lutar para conseguir alcançar os nossos objetivos. O saber auto-motivar, saber acreditar em nós quando mais ninguém acredita. Fez me amadurecer e olhar para a vida com outros olhos.

Sangue de Corredor: Como, quando e por que você começou a correr?

Ercília Machado: O atletismo para mim surgiu aos 13 anos, em que participei no corta-mato escolar da minha terra, Santo Tirso, e ganhei. A partir do resultado dessa prova surgiu o convite para ingressar no Centro de Atletismo de Santo Tirso. Desde que comecei a participar em provas regionais e nacionais, nunca mais quis sair.

Sangue de Corredor: Quantas corridas você fez até hoje?

Ercília Machado: Perdi a conta da quantidade de provas que participei, apenas sei que já vão 19 anos a participar em corridas.

Sangue de Corredor: Considerando que um corredor de ponta e de alta performance exige muito do corpo e da mente, como você se prepara e se mantem alerta durante toda a competição?

Momento da Corrida do Tejo.

Ercília Machado: É verdade que os treinos de corrida exigem muito do corpo e mente mas o atleta sabe que tem que ter os devidos cuidados, como o descanso e o devido foco. Tento sempre recuperar ao máximo do esforço físico e durante a competição é essencial estar focado no objetivo a que nos propusemos.

Sangue de Corredor: O que se passa na sua cabeça nos segundos anteriores ao momento da largada?

Ercília Machado: Antes do tiro de partida passa tudo pela minha cabeça, até mesmo as ditas borboletas na barriga, mas após o tiro de partida tudo isto passa.

Sangue de Corredor: Qual é o maior momento de triunfo? É cruzar a linha de chegada ou subir ao pódio e receber o troféu? O que lhe vem à mente nesses momentos?

Ercília Machado: É um pouco de tudo. Sabes bem cruzar a linha da meta e se possível num lugar de pódio. Nesses momentos acredito que todo o trabalho realizado até ao dia da prova, teve os seus frutos. O que motiva ainda mais a lutar e treinar para melhorar dia após dia.

Sangue de Corredor: Como é sua preparação para uma prova?

Ercília Machado: A preparação para a prova depende muito do tipo de prova, quilometragem e da fase da época em que estou. Por isso é muito relativo eu estar a dizer como é a preparação para uma prova.

Sangue de Corredor: Como é o seu dia a dia?

Ercília Machado: Eu levanto-me, vou treinar logo pela manhã, depois vou trabalhar e ao final do dia vou treinar novamente.

Sangue de Corredor: Tem alguma corrida que você ainda sonha em realizar? Qual, onde e por que?

Ercília Machado: Sim tenho, o sonho que qualquer atleta tem: participar nos Jogos Olímpicos.

Sangue de Corredor: Como você conciliar a família, suas atividades sociais, suas atividades profissionais com os treinos e corridas fora de sua cidade e do pais?

Ercília Machado: É tudo uma questão de organização de horários. Tudo se consegue, basta nós sabermos lidar com todos os devidos momentos.

Sangue de Corredor: Qual foi sua mais desafiadora corrida? Por que, onde e quando?

Ercília Machado: Todas as minhas corridas são desafiadores, cada uma à sua medida e no seu determinado momento pois não existe corridas iguais.

Sangue de Corredor: Você, como veterana, que conselhos dá para quem está começando agora?

Cuidar do corpo e mente.

Ercília Machado: Acima de tudo, aconselho sempre a terem muita cautela na fase inicial e de terem a certeza, através de exames médicos, que estão 100% aptos para correrem, ou pelo menos saberem com que limitações tem que ter em atenção.

Sangue de Corredor: Quais serão seus próximos desafios?

Ercília Machado: Nesta fase é recuperar a minha forma física pois estive 8 meses ausente dos treinos com regularidade devido a uma lesão, a qual sofreu uma intervenção cirúrgica. Depois é começar a participar em competições nacionais e internacionais.

Sangue de Corredor: Você sendo uma mulher jovem, bonita e resolvida, como você faz para manter o corpo em excelente forma?

Ercília Machado: Desde que entrei no mundo do atletismo, tive que começar a ter os devidos cuidados com a alimentação e em períodos de lesão ou de férias, muito mais tenho que ter em atenção. É olhar pela nossa saúde e bem-estar.

Sangue de Corredor: Pode falar da sua vida pessoal? Nesse momento, quem é a Ercília Machado?

Ercília Machado: Neste momento a Ercília Machado é uma mulher com muitas ambições quer profissionais quer desportivas e que fará sempre de tudo para atingir os seus objetivos.

Meu rosto fala pelo coração.

Sangue de Corredor: Daqui a 10 anos você pretende está aonde e fazendo o que?

Ercília Machado: Não é algo que tenha pensado pois tento aproveitar ao máximo o meu dia a dia, sem fazer grande planos no futuro. Viver o momento.

Sangue de Corredor: Você já teve alguma corrida que não tenha concluído? Por que?

Ercília Machado: Sim, já tive algumas corridas que não terminei por lesão ou motivos de doença.

Sangue de Corredor: Você já esteve no Brasil para disputar alguma prova? Quando e Qual?

Ercília Machado: Não, infelizmente nunca estive no Brasil.

Sangue de Corredor: Qual mensagem você gostaria de deixar para os irmãos brasileiros?

Ercília Machado: Gostaria de dar uma palavra de apoio a todos os corredores do Brasil e que, nunca deixem de fazer aquilo que mais gostam. Sejam felizes e aproveitem ao máximo tudo o que a vida vos oferece.

O retorno

Era uma vez, o retorno em grande estilo

Após 11 meses ausente das competições, voltei a sentir o que é participar de uma competição: dia 18/11/2018.

Alinhei na partida o pensamento ao corpo para fazer um teste após 3 meses de treinos e não poderia estar mais feliz com o resultado… um 2º lugar!!!

Mas tenho a acrescentar que para além do lugar no pódio o que me deixou mais feliz foi correr sem limitações e fazer novamente aquilo que mais gosto… correr!!

Por trás deste resultado não está somente eu, mas sim, uma equipe enorme, desde o treinador, grupo de treino, namorado, família, amigos, fisioterapeutas, massagista, médicos e patrocinadores.

Obrigado do fundo do coração a todos, por acreditarem em mim!

Quer acompanhar as aventuras desta jovem atleta, siga-a em suas redes sociais:

 

Facebook: https://www.facebook.com/ErciliaMachadoOficial/

Instagram: @erciliamachadooficial