Pesquisa aponta tendências para o Mercado Fitness

A pesquisa de tendências da ACMS – American College of Sports Medicine é publicada há 12 anos e em 2018 contou com a participação de mais de 4.100 profissionais do segmento, em diversos países.

A Worldwide Survey Of Fitness Trends apresentou 40 diferentes plataformas de saúde, que foram colocadas em ordem de importância e grau de adoção entre os profissionais entrevistados.

28% deles é Personal Trainer.

A ideia é antecipar o que mais vai aparecer neste ano nas academias, aulas, conteúdo e treinamento.

Em Baixa

Ainda na área de tecnologia temos uma das maiores tendências em baixa para 2018: os aplicativos de exercícios. Se por um lado os aparelhos e vestimentas ganham espaço, os aplicativos caíram da 17a para a 26a posição neste ano.

Anúncios

Hipótese: os celulares estão perdendo espaço para os relógios como parceiros ideias dos exercícios e mais, os aplicativos têm dificuldade em reinventar ferramentas. É sempre o mais do mesmo.

Outra prática em queda é o Exercício como Remédio: O conceito despencou 5 posições, entre 17 e 18, passando de 7o para 12o item de maior apreço entre os profissionais de saúde. Parece que o equilíbrio entre terapias de tratamento volta a ter importância.

Em Alta

Apontado como grande prática para 2018 está o estilo de treinamentos HIIT, despontando como primeiro colocado, entre as modalidades de exercícios.

HIIT é a abreviação de High Intensity Interval Training, termo inglês para Treino Intervalado de Alta Intensidade. Conforme o nome indica, o HIIT envolve exercícios aeróbicos realizados em alta intensidade por um curto período de tempo, intercalados com momentos de descanso.

Em segundo lugar está o treinamento em grupo: Atividades coordenadas entre grupos de amigos, com dinâmicas de integração parecem ganhar espaço na motivação para uma vida mais saudável.

Em terceiro lugar, tecnologia: A chamada Wearable Tech – ou tecnologia vestível – ganha importância para os profissionais da área. Uma tradução simples desse termo seria “tecnologia vestível” ou “tecnologia de vestir”. Os exemplos mais comuns são óculos, relógios e sapatos. Esses itens à la James Bond integram moda e funcionalidade e são capazes de gerar, armazenar e transmitir informação.

Pode parecer algo surreal, mas não é. Empresas como Google, Apple, Samsung e Nike já estão investindo pesado em desenvolvimento. Enquanto alguns produtos estão dando bastante trabalho para sair do papel (é o caso do Google Glass), outros já estão razoavelmente acessíveis no mercado.

Estabelecemos, portanto, que as wearable technologies são uma realidade e apresentam potencial comercial.

Confira a lista completa com as práticas mais citadas pelos profissionais de qualidade de vida pelo mundo.

Você faz parte de alguma destas tendências?

Top 20: Tendências Fitness 2018

  1. HIIT
  2. Treinamento em grupo – aulas coletivas
  3. Wearables
  4. Treinamento com peso corporal
  5. Treinamento de Força
  6. Profissionais de fitness educados, certificados e experientes.
  7. Yoga
  8. Personal Training
  9. Programas para terceira idade
  10. Treinamento funcional
  11. Exercício e perda de peso
  12. Exercício é remédio
  13. Personal Training em pequenos grupos
  14. Esportes ao ar livre
  15. Flexibilidade e mobilidade usando rolos
  16. Licenciamento para profissionais de fitness
  17. Treinamento em circuitos
  18. Wellness Coaching
  19. Exercícios de Core
  20. Treinamento esportivo

 

   By  www.fdc.org.br