A Frequência cardíaca em repouso e a forma física

Frequência Cardíaca em Repouso reduzida é sinal de ótima forma física

Mensurar a frequência cardíaca em repouso é uma das formas de saber como está sua forma física. Quanto mais baixo ela estiver, melhor está seu condicionamento físico.

Quando praticamos exercícios com predomínio aeróbio (caminhar, correr, pedalar, nadar, remar, etc.) com frequência, uma das principais mudanças que ocorrem no organismo com a prática destes exercícios é o aumento do diâmetro dos vasos sanguíneos, deixando-os com mais espaço o oxigênio, gás carbônico e os nutrientes serem conduzidos dentro deles até o “destino final”, que são os músculos e outros tecidos.

Este aumento de espaço dentro dos vasos significa que, no repouso, o coração (que também é um músculo) consegue mandar mais nutrientes e gases para os músculos e órgãos sem fazer muita força.

Com isso, podemos dizer que a prática de exercícios faz com que deixemos o músculo do coração mais forte e, com um trabalho menor e mais eficiente, previne o aparecimento de distúrbios cardíacos e melhora a pressão arterial.

Para termos uma idéia, foi encontrado na literatura que o batimento cardíaco de um atleta profissional de futebol, deitado, chegou a ser de 29 BPM (batimentos por minuto) no período de uma Copa do Mundo.

Anúncios

Quer fazer um teste para saber como está sua Frequência Cardíaca de Repouso? Deite num local confortável e coloque 2 dedos na região da carótida (pPeça para alguém cronometrar 15 segundos e conte quantos batimentos você percebeu na região citada. Após este tempo, multiplique por 4 e veja quantos batimentos por minuto você apresenta. Também é possível fazer com monitores de frequência cardíaca.

Se der abaixo de 70 BPM, você está bem condicionado. Acima de 80 BPM, procure uma atividade física que você mais goste para praticá-la.

Coração “em forma” é aquele que aumenta os batimentos durante o exercício físico (cada um tem sua frequência cardíaca máxima e esta deve ser respeitada) e que diminui no repouso. Cuide bem dele!

Marco Costa

Marco Costa

Corredor desde 1998. Graduado em Educação Física (UniFMU-2003); Pós-Graduado em Treinamento Desportivo (UniFMU-2005), Fisiologia do Exercício (UNIFESP/EPM-2006) e Administração e Marketing Esportivo (Universidade Gama Filho-2013). Treinador de Corridas de Rua, Personal Trainer e Professor Escolar para Ensino Fundamental e autor do livro "DESAFIO DO DUNGA: Superações Física, Mental e Pessoal em duas Edições", Editora 4Letras, 2016.

Deixe uma resposta