A fábula da águia e o corredor

Sangue de Corredor vem recolhendo, diariamente, um pouco da história de muitos corredores e corredoras e em todas estas histórias, sempre, invariavelmente, contém uma brutal verdade: a superação é a força motriz desta verdade.

A corrida motivou uma mulher que mesmo com o câncer, não se entregou e fez a sua opção; tem a história do senhor que mesmo depois de colocar pontes de safena e ser desenganado pelos médicos quanto à possibilidade de voltar a correr, preferiu seguir seu propósito; tem a história daquele homem que os joelhos já não prometiam muito e mesmo assim ele foi buscar sua glória pessoal; tem o corredor que durante dois anos ficou impossibilitado de correr por causa dos tendões, acreditou que poderia voltar e voltou: tem o cara que foi atropelado durante um treino, ficou entre a vida e morte e hoje voltou a correr; tem o jovem que mesmo depois de um acidente e perder uma perna, continuou correndo.

Cada uma destas e de muitas histórias é mais significante que a outra.

Qual a conclusão que podemos chegar ? Para nos, somente uma conclusão: o corredor, antes de tudo, é um ser que se renova a cada dia, a cada corrida, a cada desafio.

Quem de nós não conhece a vida e o sacrifício que as águias são obrigadas a fazer para continuarem a viver dignamente ? Acho que todos nós já ouvimos ou lemos em algum momento de nossas vidas.

Para que não conhece, esta é a oportunidade:

Anúncios

A Águia é a ave que possui a maior longevidade da espécie.

Vive cerca de 70 anos. Porém, para chegar a essa idade, aos 40 anos, ela precisa tomar uma séria e difícil decisão.

Aos 40 anos de idade, as suas unhas estão compridas e flexíveis e já não conseguem mais agarrar as presas das quais se alimenta. O bico, alongado e pontiagudo curva-se, as suas asas tornam-se pesadas em função da grossura das suas penas, estão envelhecidas pelo tempo.

Já se passaram 40 anos do dia em que a jovem águia lançou voo pela primeira vez. Hoje, para a experiente águia, voar já é bem difícil! Nessa situação a águia só tem duas alternativas: Deixar-se morrer…ou enfrentar um doloroso processo de renovação que irá durar 150 dias. Esse processo consiste em voar para o alto de uma montanha e lá se recolher num ninho que esteja próximo a um paredão.

Um local seguro de outros predadores e de onde, para retornar, ela necessite dar um voo firme e pleno. Ao encontrar esse lugar, a águia começa a bater o seu bico contra a parede até conseguir arrancá-lo, enfrentando, corajosamente, a dor que essa atitude acarreta.

Pacientemente, espera o nascer de um novo bico, com o qual irá arrancar as suas velhas unhas. Com as novas unhas ela passa a arrancar as velhas penas. Após cinco meses, a “Águia Renascida”, sai para o famoso voo de renovação, certa da vitória e de estar preparada para viver, então, por mais 30 anos”.

Muitas vezes, nas nossas vidas, temos que parar e refletir por algum tempo, e dar início a um processo de renovação.

Devemos nos desprender dos preconceitos, dos maus costumes, de tudo aquilo que não é mais útil ou importante, para continuarmos a voar. Um voo de vitória.

Somente quando livres das barreiras e pesos do passado, poderemos aproveitar o resultado valioso que uma renovação sempre traz.

Destrua o bico do ressentimento, arranque as unhas do medo, retire as velhas penas das suas asas, permitindo o fluir de novos pensamentos.

Alcance um lindo voo para uma nova vida de sonhos e realizações.

Cada corredor é uma águia ao seu modo. Cada corredor, tem aquele momento em que se ver obrigado a arrancar “o bico” para poder mais adiante arrancar “as unhas” e em seguida poder arrancar “as penas” para se ver renovado e voar mais alto.

Voltei para a rua

Quais corredores podemos elencar que passaram por isso: Rosilene de Oliveira Almeida, Jose Mauricio Cabral, José Elias, Geniomar Pereira, Carlos Cavalcante, Luís Eduardo Tavares… poderíamos nominar milhares, mas esses representam efetivamente os corredores que um dia se renovaram.

Bora correr para continuarmos como as águias, se renovando todos os dias?

Tenha sempre uma meta: “Voe alto ou caminhe ou corra e seja Feliz”

Deixe uma resposta